Menu ×

Notícias / Eventos

ClassUP se consolida como maior congresso brasileiro de educação

Evento contou com 600 participantes e 10 horas de programação

Redação - 8/05/2018 - 09:12:29

Crédito: Banco de Imagens

Com a presença de empreendedores renomados do setor, evento discutiu como inovar e crescer diante dos desafios contemporâneos na gestão escolar. Cerca de 600 pessoas entre gestores, diretores, mantenedores, professores e profissionais de comunicação e RH de importantes instituições de ensino do país estiveram presentes. Foram 10 horas de programação, incluindo 14 palestras, quatro workshops e uma feira de negócios.

No painel de abertura, sobre o que as startups podem ensinar para as escolas, Fabricio Bloisi, CEO e Fundador da Movile, falou sobre sua empresa que cresceu 500% nos últimos 15 anos, tornando-se hoje a segunda no mundo na área da educação digital, impactando 150 milhões de pessoas mundialmente. “Desenvolvemos milhares de ideias diariamente e cometemos muitos erros, mas acreditamos que esse é o processo, errar, corrigir, aprender, ajustar e repetir, até encontrar o resultado esperado. Mude, mude sempre e rapidamente, afinal tudo está mudando e temos espaço para sair de onde estamos para ir para onde podemos ir.” De acordo com Bloisi, a educação do futuro está sendo escrita agora. “A tecnologia sozinha não resolve a questão, mas com liderança, inovação e mudança, é possível fazer muito nesse sentido.”

Para Gustavo Fuga, fundador e presidente da 4YOU2, inovar é difícil, mas a liderança vai ter que promover a mudança. “O país clama por escolas exponenciais. Temos um déficit e é uma responsabilidade que temos que assumir”. Diante do público, Gustavo questionou “quão inerte ou pouco crítico estamos frente à educação do futuro? O problema é muito grave, não podemos nos esconder”.

Flavio Pripas, diretor do Cubo do Itaú, falou sobre “Cultura empreendedora de inovação”. Segundo ele o empreendedorismo deveria ser ensinado nas escolas. “Precisamos estimular o desafio ao status quo, senão o mundo não vai para a frente. As escolas não preparam os alunos para o fracasso, apenas para o sucesso. E inovação é tentativa, pois não se sabe o resultado final, é algo desconhecido”. Para ele, a pedagogia tem que entender o novo modelo mental, em que tudo deve ser testado, pois não há certeza sobre nada. “As mudanças estão acontecendo muito rapidamente. Todo gestor tem que abrir a mente para entender e compartilhar essas mudanças”.

Brainstorm

Com o objetivo de inspirar gestores escolares a enxergar além das limitações imediatas na área da educação, o ClassUP reuniu mais uma série de palestrantes que trouxeram dados e contribuições riquíssimas em suas diferentes áreas.

Em uma de suas apresentações, Vahid Sherafat, CEO da ClassAPP, falou sobre marketing de defensores e como investir nos clientes para que eles falem de você. Segundo ele, retenção e fidelização é o melhor trabalho de marketing que uma escola pode fazer.

Diante de clientes cada vez mais descrentes, empoderados e compradores mais unidos, como ser mais eficiente?Vahid apontou quatro mudanças necessárias para tirar proveito do marketing de defensores:

1) Invista em ter clientes mais satisfeitos: escute melhor o seu cliente, atenda suas expectativas na medida do possível;

2) Invista mais em atendimento: invista em sua equipe, em capacitação, fale bem do seu cliente, invista em relacionamento;

3) Invista mais em comunicação: transmita o que você está fazendo regularmente, conte, comunique o que você faz, seja uma marca empática, defenda causas, conte mais histórias;

4) Busque a excelência: busque ser o melhor no seu nicho; seja eficiente (faça cada dia melhor); não ganhe clientes apenas pelo valor

Como conhecer seu cliente, opções de aquisições e investimentos para escolas, como reverter conflitos em oportunidades de aproximação, como se posicionar no mercado, como transformar comunicados em relacionamentos inteligentes, como encantar os clientes e como atrair e motivar talentos na área educacional, completaram os temas explorados nos demais painéis.

Para Clayton Dick, Diretor Geral da Redação Nota 1000, existe hoje um desafio muito grande ao mostrar a tecnologia para os pais. “O que ela vai melhorar nos resultados dos alunos, o impacto no ensino, como fazer com que eles também entendam e adotem essa tecnologia”. Também sobre a questão dos conflitos e desafios, Luciana Paschoal Soares – Diretora do Centro Educacional do Espaço Integrado- RJ, concorda que entre os desafios contemporâneos, está a necessidade das escolas terem uma equipe técnica para formar e informar os pais sobre as tecnologias e inovação das escolas.

Encerrando o evento, os participantes assistiram ao filme da cineasta May Taherzadeh, “Uma Escolha” (Mercy’s Blessing). Com enredo centrado nas diferenças sociais na comunidade do Malawi, na África, onde menos de 25% das meninas terminam a educação primária, e menos de 5% terminam o nível secundário. “Uma Escolha” traz importantes reflexões sobre igualdade de gênero, privilégio na educação, justiça social, evasão escolar etc. e, principalmente, sobre a importância da Educação. Além de contar sobre a origem do curta, que nasceu para contar uma história que inspirasse alguma mudança naquela sociedade que conheceu ainda na adolescência, May também falou sobre o poder do storytelling como ferramenta de educação e de comunicação entre escolas e famílias.

Faça seu Download

Nesta área você encontra o nosso diretório de parceiros de negócios com relatórios, pesquisas, vídeos e estudos de caso para que você possa alcançá-los para obter informações adicionais sobre os produtos e serviços que ajude a você na tomada de decisão.

Para receber o download, por favor, preencha apenas na primeira vez os seus dados e qualificação e receba imediatamente o material para leitura.

Listar todos os arquivos