Menu ×

Notícias / Inovação

Saúde para todos

Inovações tecnológicas tornam deficiências dos sistemas tradicionais oportunidades de negócio

Rachel Cardoso - 20/06/2016 - 13:04:09

Crédito: Banco de Imagens  /  Fonte: C&S

As plataformas digitais têm promovido profundas mudanças nas relações de consumo e não é diferente entre pacientes e o anêmico sistema de Saúde, público ou privado. Nesse contexto, muitos empreendedores têm seguido à risca a velha máxima de fazer do limão uma limonada: estão transformando as brechas deixadas pelas deficiências dos modelos atuais em oportunidades de negócios. Baseado no que acontece nas outras indústrias, a tendência é que o impacto no futuro da Medicina redesenhe todo o setor, escreve o médico Bertalan Mesko, PhD e autor do livro “A Guide to the Future of Medicine”.

Relatório da Pricewaterhousecoopers (PwC) prevê um ano promissor para as empresas da área (veja quadro) – independentemente do ambiente econômico – e isso se deve não somente às inovações tecnológicas, mas ao aumento da demanda, pressão por redução de custos e a entrada de novos players no mercado.

É o caso do Dr Agora, uma rede de clínicas inspirada no conceito de varejo da americana Minute Clinic, criada nos anos 2000 nos Estados Unidos. Hoje existem lá mais de 800 estabelecimentos do tipo, instalados em farmácias e supermercados. No Brasil, a legislação ainda restringe a cópia exata do modelo, mas uma primeira unidade foi inaugurada em meados de 2015 na capital paulista e oferece consultas rápidas com clínico-geral, e sem necessidade de agendamento prévio, por R$ 89. Desde a inauguração, outras duas unidades foram abertas também em São Paulo.

“A ideia é atuar no atendimento primário, em situações de baixo risco, como alternativa socioeconômica viável ao pronto-socorro”, diz o sócio-fundador do Dr Agora, Luiz Guilherme Berardo.

 Embora o alvo seja dar acesso para a população de baixa renda, o executivo acredita que há um público de conveniência que deve frequentar as clínicas. “Nossa proposta é oferecer um serviço melhor, mais barato e de vizinhança”, afirma Berardo, para quem ainda há muito espaço de crescimento com a disseminação de informações sobre os novos modelos que surgem.

Com a mesma linha de pensamento nasceu o Grupo Genera, atualmente incubado no Centro de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (Cietec), instituição ligada à Universidade de São Paulo. O empreendimento se propõe a fazer exames genéticos a preços populares, com o serviço DNA Barato, 30% mais em conta que os tradicionais.

“Fizemos uma promoção para tornar a marca conhecida e selecionamos 20 casos para exames em que cobramos o valor simbólico de R$ 1”, diz o médico Ricardo di Lazzaro, sócio-fundador da empresa. 

Desde que foi criada em 2010, a Genera já realizou 40 mil atendimentos entre as cidades em que atua: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador.  Além das análises de rotina – como detecção de doença e investigação de genealogia familiar –, explica Di Lazzaro, são conduzidos inúmeros projetos de inovação em genética e biologia molecular por uma equipe qualificada dentro da própria USP. “O SUS é parte importante do atendimento, mas não dá conta do recado e então começamos a olhar a Saúde como produto, com toda a ética necessária ao processo”, afirma.

Foi assim também com o empreendedor Estevão Valle, diretor da Clínica + 60, sob a batuta da Artemísia – aceleradora de negócios sociais.  “Buscamos trazer um impacto positivo para a questão do envelhecimento da população e do aumento do contingente de idosos sem planos de Saúde pela alta dos preços nessa faixa etária”, diz Valle.

Segundo o médico, o negócio – que mira o cuidado integral multidisciplinar de pessoas mais velhas – surgiu pela demanda por atendimento voltado para doenças crônicas. “Quem tem muito médico acaba não tendo nenhum. É preciso contemplar o todo, principalmente quando o paciente tem queixas que vão da cabeça aos pés, como os idosos”.

Criada em 2013, em Belo Horizonte (MG), a + 60 mantém hoje oferta de 12 especialidades que vão desde nutrição e psicologia até cardiologia e neurologia. A consulta custa R$ 150 e prevê acompanhamento telefônico por 24 horas ao dia. “Temos plena convicção de que é um negócio escalável e que se desenvolverá graças ao suporte das novas tecnologias”, afirma Valle.

Foi justamente graças às novas tecnologias que a Dr Cuco nasceu. A plataforma gratuita se conecta aos softwares de prontuários médicos e converte a prescrição em lembrete, para que os medicamentos sejam tomados corretamente.  “A cada 100 prescrições realizadas, apenas de 15 a 20 são realizadas adequadamente pelos pacientes”, conta o Chief Procurement Officer (CPO) da empresa, Gustavo Comitre.

Não à toa, o mHealth -  mercado de aplicativos de saúde para pacientes - cresce mais de 60% ao ano no Brasil, segundo o próprio Dr Cuco. Pesquisa da PwC indica ainda que se os aplicativos forem desenvolvidos e utilizados de forma inteligente, poderão gerar uma redução de gastos no setor de U$ 14 bilhões anualmente.

 

Foi de olho nesses recursos que a Dr Cuco construiu seu plano de negócios.  “A medida em que o paciente se engaja no tratamento, acumula pontos que podem ser revertidos em benefícios relacionados à saúde e bem estar”, conta Comitre, que ressalta a gratuidade da solução para médicos e pacientes.

 

O potencial de empresas como o Dr Cuco pode ser medido pela curta trajetória de sucesso: em pouco mais de um ano de existência já foi selecionado para o Circuito Internacional Albert Einstein de Startups, recebeu aceleração no programa StartupSC do Sebrae, além de participar com exposição no evento Hospital Innovation Show e Feira Hospitalar.  

 

Todo esse histórico do Dr Cuco, porém, assim como o reforço nos investimentos desse tipo de negócio, ganhou impulso por conta de pioneiros como Dr Consulta e Multi Orto. São iniciativas que abriram passagem para toda essa transformação em curso no País.   

Desde que saiu da faculdade o dentista Orestes Maciel percebeu a dificuldade de acesso e ao alto custo para o tratamento ortodôntico da população de baixa renda. Criou então, em 2004, em Recife (PE), uma rede com foco em jovens e adultos em regiões carentes e de difícil acess0. Hoje atendem em média 8 mil pacientes por mês.

O paciente de ortodontia paga uma mensalidade de R$ 50 mensais e os demais procedimentos clínicos são oferecidos com um desconto de 40% da tabela de referência da associação brasileira de Odontologia. O modelo já garantiu a abertura de negociação com fundo de investimento para uma forte expansão para todos os outros Estados do Nordeste.

Caminho semelhante seguiu o médico Thomaz Srougi, sócio fundador do Dr Consulta. Pós-graduado em estreladas universidades americanas, montou escritório na favela de Heliópolis e criou um negócio que está atraindo o interesse de acadêmicos de todo o mundo.  

Hoje o Dr Consulta, oficialmente lançada em 2011, é uma rede de clínicas voltadas para a classe C e D, com valor de atendimento para quase todas as especialidades por, no máximo, R$ 150. Apesar dos preços baixos, o serviço é de bom nível, a cargo de profissionais formados nas melhores universidades de Medicina do País. E, ao contrário do que se possa imaginar, a iniciativa não tem nada a ver com filantropia.

É um empreendimento criado para fazer dinheiro, com metas rígidas de desempenho e controle de custos. A expectativa era de faturamento de R$ 6 milhões em 2014.   Srougi não quis dar entrevista porque diz que o período é de silêncio. “No segundo semestre posso falar com prazer”.

Não seria surpresa se houvesse alguma novidade para anunciar até lá, a exemplo da negociação em curso na Multi Orto.

O que vem por aí

Relatório anual publicado pela PwC lista as 10 tendências emergentes na Saúde para 2016:

1. O ano das fusões e aquisições

Fusões e aquisições de grande porte provavelmente irão continuar a acontecer em 2016, com reguladores tomando parte importante no debate de como as consolidações impactam nos consumidores.

2. Redução nos preços de medicamentos

A pesquisa mostra que a indústria buscará um preço justo para os remédios no ano que vem, uma vez que os preços tiveram enorme alta neste ano.

3. Cuidado na palma da mão

Graças à tecnologia e mudanças nos incentivos financeiros, o cuidado começará a se transportar para a palma da mão dos consumidores, providenciando cuidado em qualquer lugar, a qualquer hora.

4. Dispositivos médicos despertam atenção quanto à segurança

Como as quebras de segurança vêm se tornando mais recorrentes, a atenção pela segurança de dispositivos médicos deve ser reforçada.

5. Os novos gerenciadores do dinheiro

Ao lidar com franquias cada vez maiores, os consumidores buscarão ajuda para gerenciar seus gastos com novas ferramentas e serviços desenvolvidos por players novos e antigos no mercado.

6. Saúde comportamental em primeiro plano

Profissionais e empresas da área de saúde estarão de olho em saúde comportamental para reduzir custos, aumentar a produtividade e manter os pacientes saudáveis.

7. O cuidado direcionado à comunidade

À maneira que o pagamento se direciona a um modelo baseado em valor, sistemas de saúde irão agressivamente buscar condições com custos mais baixos do que antes para empregar abordagens criativas para distribuir o cuidado.

8. Novas bases de dados para melhorar o cuidado do paciente e a saúde do consumidor

Novas bases de dados e ferramentas de bases de dados irão permitir que os players da indústria analisem dados de diversas fontes de maneira diferente, finalmente possibilitando despertar insights incorporados nas inúmeras informações a serem recolhidas sobre consumidores de saúde.

9. Aposta em biossimilares

Substitutos de menor custo para medicamentos biológicos de marca. É esperado que ele apresentem um contrapeso para o aumento dos preços de medicamentos em 2016, o mesmo que aconteceu com os medicamentos genéricos.

10. O custo médico

Na jornada um cuidado baseado em valor, os sistemas de saúde buscarão calcular o verdadeiro custo de serviços, um exercício que pode revelar oportunidades para se tornar mais eficiente e melhorar o cuidado.

FONTE: PwC Health Research Institute (HRI)

Faça seu Download

Nesta área você encontra o nosso diretório de parceiros de negócios com relatórios, pesquisas, vídeos e estudos de caso para que você possa alcançá-los para obter informações adicionais sobre os produtos e serviços que ajude a você na tomada de decisão.

Para receber o download, por favor, preencha apenas na primeira vez os seus dados e qualificação e receba imediatamente o material para leitura.

Listar todos os arquivos