Menu ×

Notícias / Tecnologia

Bunge Brasil implementa Centro de Serviços Compartilhados

E reduz custos em 30% investimento deve ser recuperado já no início do próximo ano.

Redação - 13/12/2016 - 09:35:58

A Bunge Brasil, uma das principais empresas de agronegócio e alimentos do País, reduziu em 30% os custos atrelados ao back office financeiro após implementar o Centro de Serviços Compartilhados (CSC) em suas operações internas. O investimento deve ser recuperado já no início do próximo ano, quando a implementação do CSC completará dois anos e meio.

“A criação de um centro de serviços compartilhados nas empresas e toda a evolução de maturidade dessa área é um desafio complexo, que envolve muitos investimentos da organização. Em geral, iniciativas como essa enfrentam resistências à mudança e aos avanços tecnológicos que se estabilizam, geralmente, em até cinco anos de implementação. Na Bunge, conseguimos já nos primeiros anos obter bons resultados”, explica Cristiano Alcântara, diretor financeiro do CSC da Bunge Brasil.

O novo centro contempla um suporte integrado entre colaboradores e fornecedores da Bunge nas áreas de contas a pagar e a receber, contabilidade, fiscal, administrativo, recursos humanos, tesouraria e processamento logístico. Todo o suporte é realizado por meio de diferentes canais, como: portal, chat, e-mail, telefone e Whatsapp.

Entre os processos que oferecem agilidade e segurança, destaca-se o Credit Score, que faz o cruzamento entre os dados dos mais de 20 mil clientes da empresa que já tenham aprovação de crédito com dados de instituições externas, como Serasa e CISP. Já o Open Text é responsável pela digitalização de notas fiscais de serviço com captura de imagem que são transformadas em dados e, posteriormente, alimentam diretamente o banco de dados e eliminam a digitação dos documentos, evitando erros e acelerando o recebimento de notas de serviço.

Prêmio
A Associação Brasileira de Serviços Compartilhados (ABSC) premiou recentemente as iniciativas de destaque no mercado de serviços compartilhados das principais empresas que utilizam esse processo e a Bunge foi a vencedora. Os critérios avaliados foram: evolução da maturidade, tecnologia, tempo de implementação, abertura para compartilhamento e projetos.

“Este reconhecimento aponta que estamos no caminho certo. O profissional que passa a acompanhar todos os processos do CSC está apto para trabalhar em qualquer unidade da empresa”, conclui Alcântara. O executivo também foi premiado como o profissional do ano neste setor. A ABSC representa a maior iniciativa do país de aproximação e consolidação do segmento frente ao mercado, sociedade e governo.

Faça seu Download

Nesta área você encontra o nosso diretório de parceiros de negócios com relatórios, pesquisas, vídeos e estudos de caso para que você possa alcançá-los para obter informações adicionais sobre os produtos e serviços que ajude a você na tomada de decisão.

Para receber o download, por favor, preencha apenas na primeira vez os seus dados e qualificação e receba imediatamente o material para leitura.

Listar todos os arquivos